emicida é o responsável pela trilha de max payne 3

08mar12

eu bem que avisei que max payne 3, nova mega produção da rockstar games, prometia causar barulho por aqui. hoje a empresa anunciou que o emicida é um dos responsáveis pela trilha sonora do game ao lado da banda americana de noise pop health.

pelo que eu entendi, os americanos ficarão responsáveis pela trilha sonora original do game, aquela que é tocada enquanto o game rola, a trilha incidental. e o emicida vai botar algumas faixas dele (talvez até inéditas) ali no meio, além de ter ajudado a criar o clima da cidade de são paulo no game.

a informação foi dada via twitter pela rockstar e logo depois o próprio emicida confirmou a história. que foda.

no site da produtora o rapper explica melhor sua contribuição:

Antes de mais nada, sou fã de video games, como disse nas primeiras reuniões sobre o jogo, temos aqui na Laboratório Fantasma uma admiração muito grande pela Rockstar pois todos, sem excessão somos fãs de GTA, entre outros titulos lançados por eles. Ter a oportunidade de fazer parte do jogo Max Payne 3 foi muito especial, compor para o jogo então, foi como um sonho, trabalhar com uma história tão densa, obscura onde temos uma trama que se passa na cidade de São Paulo, minha amada São Paulo, é nisso que eu quis me apegar, no inferno astral do personagem somado a paisagem caótica da maior cidade da américa latina, com seus contrastes e cenários, tensão, violência, corrupção, principalmente em um momento tão delicado da história de São Paulo, onde presenciamos uma onda de ataques politicos contra a população de menor renda… estou ansioso para o lançamento e vai ser foda!!”

em entrevista ao pitchfork, os integrantes da banda health também deram mais pistas sobre a trilha:

Pitchfork: What was the process of scoring like?

John Famiglietti: This game is more like a movie, so there are set levels where all these different fights happen. So we would create a lot of music and then have the stems broken up– different types of music for different types of shootouts and levels of action– and they would have to be able to stack on top of each other so it could loop and play indefinitely. And it has to stay in the correct mood. Plus, there’s super-loud gunfire happening over the music at all times, so it has to work with that. And you have to keep in mind that, in real life, someone’s gonna be playing this thing for a fucking hour-and-a-half at a time. It was pretty challenging

Pitchfork: Do you feel like the Brazil setting affected the music you made?

JF: Totally. We wanted it to make sense to support the narrative, so we associated certain parts of our standard sound with Brazil. And then, for other flashback levels with very different environments, we would purposefully reference older Max Payne music through Max’s current mental state. When he’s older, it’s dark, depressing, crazy, and psychedelic– that’s how we justify a lot of things we do with the music.

que troço foda, amigo.

no trailer abaixo dá para dar uma conferida em alguns sons que os caras do health criaram para o jogo.

max payne 3 será lançado no dia 15 de maio.



One Response to “emicida é o responsável pela trilha de max payne 3”


  1. 1 o emicida liberou a faixa inétida que ele fez para o game max payne 3 « let it blog

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: