lost e a caverna do dragão

01jun10

como já era de se esperar, com o final de lost surgiram também várias teorias malucas que tentavam ligar o fim do seriado com outros produtos pop igualmente intrigantes: de matrix a calvin & haroldo passando também por kubrick e tarantino (sim, o tarantino!). mas o que mais me chamou a atenção foi ver um pessoal comparando o desfecho da saga dos personagens da ilha com o episódio final de caverna do dragão. e olha que foi MUITA GENTE MESMO fazendo esta comparação. a partir daí me dei conta que eu não lembrava como o famoso desenho tinha terminado.

para quem não se lembra, caverna do dragão (dungeons & dragons, em inglês) foi um desenho animado de muito sucesso exibido nos eua entre 1983 e 1986. seguindo o sucesso da tv americana, a série bombou aqui no brasil durante os anos 90. a história gira em torno de um grupo de seis amigos que, durante uma tarde se divertindo num parque de diversões, resolve entrar num novo brinquedo chamado dungeons & dragons, uma espécie de trem fantasma. o problema é que o negócio não era exatamente um brinquedo e sim um portal que transportou os garotos para uma outra dimensão, um mundo paralelo onde existem guerreiros, dragões, magos e outros tipos de seres fantásticos.

ao chegarem neste mundo o grupo de amigos é recepcionado pelo mestre dos magos, um guru que só aparece quando lhe convém para lhes dar conselhos e armas mágicas para que possam combater o mal que – personificado principalmente na figura do vingador, uma espécie de demônio que tenta dominar este mundo paralelo – insiste em perseguí-los nesta outra dimensão. o desenho se desenvolve a partir das tentativas dos personagens em voltar para casa, para o seu mundo. adicione aí o unicórnio uni, que já vivia neste mundo paralelo e que se tornou mascote do grupo de amigos. não preciso explicar de onde vem as comparações com lost, né? olha que genial isso:

pois bem. com o tanto de gente fazendo comparação entre as duas séries fiquei aqui matutando comigo mesmo para tentar lembrar como o maldito desenho animado tinha terminado. será que eles tinham conseguido voltar pra casa? será que eu era a única pessoa no universo que não lembrava deste evento tão importante? sim, caverna do dragão foi um dos meus desenhos favoritos na infância (e um dos melhores de todos os tempos) e é objeto de culto até hoje entre os fãs. 

obviamente, fui recorrer ao santo google e descobri que não lembrava do final de caverna do dragão porque simplesmente não houve um final. a cbs, emissora que exibia o desenho nos eua, não sabia se a série iria ganhar uma quarta temporada devido a problemas financeiros e encomendou um roteiro que terminasse de forma ambígua. ou seja: deixaria os fãs felizes mesmo se a série não tivesse continuidade. gary gyrax, um dos produtores do desenho, explicou o caso à revista brasileira herói 2000 em entrevista ao jornalista pablo miyazawa em novembro de 1999:

Em 1985, a equipe responsável pelo desenho se reuniu com os executivos da temporada seguinte. Os seis jovens – mais velhos e mais experientes – seriam chamados de volta ao mundo da Caverna do Dragão pelo Mestre dos Magos. Foram concebidos três scripts do desenho, e eu até aprovei um deles. Mas algumas dificuldades surgiram. A D&D Corp. fechou e a CBS com a Marvel decidiram não continuar mais com o desenho. A nova série foi cancelada antes mesmo de ser produzida.

eis o resumo do episódio derradeiro, segundo a wikipedia:

O episódio inicia com os seis garotos enfrentando uma hidra. O Mestre dos Magos aparece durante a briga mas se recusa a ajudá-los, o que causa estranhamento geral. Mais tarde, o Vingador surge e apresenta uma maneira para a turma voltar ao seu mundo: encontrar uma chave escondida e arremessá-la em um abismo. A proposta faz o grupo se dividir em dois (Eric, Presto e Sheila de um lado e Hank, Bobby, Diana e Uni do outro). Após quase morrerem em um vulcão, eles se juntam novamente e encontram a tal chave dentro de um sarcófago com a imagem do Vingador. Ao serem atacados por uma ameba gigante, Eric usa a chave em uma fechadura e salva seus amigos da morte certa. Isso faz o Vingador se transformar em sua forma real (um cavaleiro) e se revela filho do Mestre dos Magos. Com o vilão libertado, os garotos ganham a opção de voltar para seus lares. O episódio termina sem o espectador saber se eles retornaram ou não para a Terra, deixando aí o espaço para uma continuação na temporada seguinte.

como este episódio final nunca foi sequer produzido é óbvio que os fãs começaram a especular sobre o verdadeiro fim da série. com a ascensão da internet uma versão – altamente plausível – começou a ganhar corpo a tal ponto que muitos acreditam que o desenho realmente tenha acabado desta forma. e é daí que vem as comparações com lost. confesso que fiquei chocado. juro que, ao ler isto, o resquício de infância que eu ainda guardava na memória ficou um pouco abalado. se liga:

Diz a lenda que a Caverna do Dragão era escrito por um grupo de jogadores de RPG e que depois de cada jogo, eles escreviam sua aventura e a transformavam em roteiro de desenho, para vender para a produtora.
Como todo jogo de RPG tem um final, o desenho também teve. Mas esse final nunca foi ao ar. Você sabe por que? Porque a produtora não comprou o último capítulo da Caverna do Dragão!. A produtora negou-se a comprar o final por ele ser, no mínimo, cruel. Dê uma olhada no esboço:
“Na última aventura deles, aquele dragão de 7 cabeças conta a verdade e depois eles a comprovam. O dragão conta que nunca mais eles voltarão para a Terra.
Nunca porque quando eles estavam descendo naquele carrinho da montanha russa, eles não entraram em outra dimensão. O carrinho caiu… e eles morreram. Eles não vão voltar porque eles estão mortos. E lá é o inferno!
Como nenhum deles era bonzinho na vida real, eles foram parar no inferno, depois que morreram na queda do carrinho e o demônio resolveu brincar com eles.
Cruel e sádico, o demônio às vezes aparecia de Vingador e às vezes de Mestre dos Magos! Os dois na verdade eram a mesma pessoa: o Demônio, sádico, jogando e brincando com os novos moradores de seu império!
O Dragão na verdade é um anjo que vai até o inferno com a missão de tentar fazer com que eles descubram a verdade e que, depois de tantas tentativas, acaba por revelá-la.
O demônio tinha um capeta que o auxiliava neste trabalho. Alguém que sempre os impedia de voltar (ou seja de descobrir que não havia como voltar): a pequena unicórnio Uniii. Ela na verdade, era um enviado do demônio que os acompanhava todo tempo para atrapalhá-los e brincar com seus sentimentos.
Nunca mais eles voltarão e viverão para SEMPRE naquele INFERNO. Essa é a verdade revelada oficialmente pelo Mestre desse jogo de Dungeons e Dragons.

é uma virada de mesa fantástica e realmente surpreendente, não? acho que se, de fato, o episódio fosse produzido como relatado acima isso causaria um grande rebuliço na tv americana, né?

a partir de agora sigo o velho ditado: “entre o fato e o mito, escolha o mito”.



3 Responses to “lost e a caverna do dragão”

  1. muito legal

  2. 2 Fillipe Monteverde

    isso é a mais pura mentira. quem conhece o desenho sabe disso

  3. Pois eu até acredito que Lost tenha sido sim baseado em Caverna do Dragão, em uma tentativa mais adulta de explicar a situação vivida pelas personagens. E quem possui alguma noção espiritualista, ou Espírita que seja, percebe o quanto é plausível a versão de que as crianças teriam morrido no carrinho do parque.
    As personagens de Lost são em suma pessoas de bom coração, mas haviam cometido erros em sua vida e estavam naquela ilha afim de aparar as arestas, se fortalecerem, rever suas falhas, evoluírem, e assim, prepararem-se para um plano superior. Da mesma forma acontece em Caverna do Dragão, embora aqui os telespectadores mirins não recebam significativas informações sobre como era a vida dos protagonistas antes de ingressarem no parque.
    Agora que estou assitindo a Lost, gosto de pensar que, atentando para todas as semelhanças, o capítulo final deste seriado é sim o tão aguardado final previsto para Caverna do Dragão, mas que não foi ao ar por se tratar de um desenho de crianças, as quais não estavam preparadas para alcançar a profundidade da trama. Entendo que, visto pelo prisma da série e do Espiritismo, o provável final de Caverna do Dragão não é cruel, mas justo.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: