discoteca: “you gotta believe…it’s sharon tandy”, sharon tandy

03dez09

uma das descobertas mais sensacionais que eu fiz nos últimos tempos é esse “you gotta believe…it’s sharon tandy!” coletânia com músicas remasterizadas da cantora sharon tandy. nunca tinha ouvido falar na moça até que, sabe-se lá como, caí num desses blogs que botam discos pra download. após ouvir a música “hold on” em um vídeo do youtube não pensei duas vezes e baixei o disco em questão.

sharon finkelstein nasceu em johannesburgo, na áfrica do sul, e cantava blues e soul music nos bares da cidade. como o clima no país não era para peixe naquela época ela sonhava em partir para a europa e tentar a sorte. pensa comigo: uma moça judia, branca de olhos azuis cantando música negra na áfrica do sul em pleno regime do apartheid não era uma combinação muito favorável à carreira de ninguém.

sharon começou a ganhar notoriedade após participar de um pequeno filme realizado em sua cidade natal. o vídeo chamou a atenção de frank fenter, chefão da atlantic records, que se apaixonou pela moça de imediato. ambos se casaram e fenter a levou para a inglaterra. lá começou a desfrutar da swingin london e gravou vários singles que lhe renderam aparições em programas de tv, revistas etc.

em 1966 chegou a gravar tendo isaac hayes e a Booker T & The Mgs (banda oficial da gravadora stax records) como grupo de apoio. no ano seguinte participou da turnê stax/volt tour ao lado de várias cantoras sendo que ela foi a primeira mulher branca a integrar o staff da stax. durante o auge da pscodelia a cantora se aliou à banda de freakbeat les fleur de lys e juntos lançaram vários singles, entre eles o maior hit da cantora, o rock pesadíssimo e ultra psicodélico “hold on”. para você ter uma idéia, o primeiro ep do les fleur de lys (de 1965) foi produzido por ninguém menos que jimmy page.

após se separar do marido em 1970, sharon tandy resolveu voltar para a áfrica e abandonou a carreira. o boato é que ela virou professora e vive sossegada numa cidade no interior do país. em 2004, no entanto, ela reapareceu para alguns shows pela inglaterra.

apesar de não ter feito tanto sucesso na época, é inegável o talento da moça cuja voz cheia de soul lembra bastante a da dusty springfield. o que mais me chamou a atenção na cantora é que as músicas – principalmente as gravadas com os les fleur de lys – são muuuito psicodélicas e com as guitarras NO TALO! assim mesmo em maiúsculas.

nos vídeos, a cantora de corpo frágil, aparece com toda a doçura em vestidinhos e penteados típicos das moças mais cândidas dos anos 60 enquanto a banda simplesmente derrete a mente do ouvinte. mal comparando é como se a nara leão tivesse o cream como banda de apoio. vai vendo.

ouvindo o disco, uma música em especial me chamou muito a atenção. “hurry hurry choo choo” é um rock/soul psicodélico com refrão pegajoso. o detalhe é que eu já tinha ouvido este refrão antes. depois de alguns segundos concatenando com meus neurônios, achei aqui no meu arquivo mental a canção que emulava o tal refrão.

trata-se da música “calma”, presente no disco “build up” de 1970, primeiro disco solo da rita lee e CLÁSSICO ABSOLUTO do rock brasileiro. tendo em vista que os mutantes eram pessoas antenadíssimas com o que se passava no rock gringo da época não é de se estranhar que a rita lee já soubesse quem era a tal da sharon tandy. a palavra plágio é um pouco forte para se usar aqui. então prefiro acreditar que a cantora quis fazer uma “homenagem” à sharon tandy. ou melhor usou-a como “inspiração”. afinal, se ganhamos duas músicas boas, who cares?

fiz um video-slide tosco a título de estudo. se liga como a melodia se encaixa e os versos “hurry hurry choo choo” viraram “calma calma baby”

primeiro a original:

e depois a “homenagem” da rita lee:

e aí?

em todo caso recomendo com força ambos os discos, tanto a coletânia da sharon tandy quanto o “build up” da titia rita.



No Responses Yet to “discoteca: “you gotta believe…it’s sharon tandy”, sharon tandy”

  1. Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: