virada cultural paulista – parte 2

23maio08

00h40 – terminado o show do ultraje, as pessoas presentes no evento tinham duas opções: 1) assistir ao show do Quarteto em Branco e Preto no teatro municipal dali a uma hora; ou 2) entrar na fila para pegar senha para o show do vanguart no mesmo teatro marcado para as 3h30 da manhã. as senhas eram distribuídas uma hora antes de cada espetáculo.

com uma fila gigantesca do lado de fora do teatro se formando para pegar as senhas do show dos cuiabanos o mais prudente foi entrar na fila e esperar até as 02:30 para garantir um dos 500 lugares dentro do teatro. traduzindo: foram duas horas em pé para pegar senha mais uma hora na porta do teatro esperando o show. um evento que se propõe a oferecer 24hs de cultura não pode deixar as pessoas três horas esperando sem nenhuma atração acontecendo. falha gravíssima. teve muita gente que não aguentou e foi embora. talvez se ao invés de se gastar dinheiro com bandas como o ultraje (nada contra a banda, adoro eles, mas existiam opções melhores e mais oportunas para a ocasião) que já havia se apresentado na cidade dois meses antes e essa grana fosse investida em bandas menores e de melhor relação custo-benefício, o evento tivesse mais rotatividade de público e menos “espaços em branco”. afinal, a graça de eventos como esse é assistir ao máximo de atrações possível. tem que ser o mesmo que acontece em festivais como o coachella ou os do verão europeu. a idéia é fazer as pessoas se movimentarem entre os palcos. estratégias como o do south by southwest, no texas, seriam totalmente viáveis na cidade num evento como a virada. enquanto os shows “grandes” (lobão, ultraje, etc) são concentrados no morro de são bento, exposições, palestras, filmes e shows “menores” poderiam acontecer em clubes e outros pontos da cidade fazendo o público interagir mais com a cidade, movimentando desde o transporte público até o comércio.

porra, tem tanta banda legal (inclusive da região)  – das mais variadas vertentes – que faria shows incríveis no evento. o groselha taí e não me deixa mentir. fica a dica para as próximas edições.

com meia hora de atraso, o vanguart subiu ao palco num teatro lotado. nem bem começaram a primeira música e uma galera pulou das cadeiras e partiu para a boca do palco. o mais legal é que muita gente sabia cantar as músicas. a banda também parecia surpreendida e começou a se animar (muito embora o baixista tenha passado o show inteiro sentado já que, segundo a banda, quebrou o pé participando do rockgol da mtv). tocaram quase o disco inteiro e mais algumas de eps. tipo “into the ice”, “my last days of romance” e “rainy day song”.

ainda tocaram “outlaw blues” do dylan (com a galera pedindo “like a rolling stone”), três músicas dos beatles (“michelle“, “Sgt. pepper’s” e “with a little help…”) e uma do raul seixas (“medo da chuva”). o show da banda está bem mais acelerado, mais rock’n’roll. “hey yo silver” parecia ser de uma banda punk. o vanguart em lugar fechado, com som mais bem equalizado, realmente, é outra coisa. dá para sacar melhor todos os barulhinhos e nuances de guitarra e torna a apreciação mais saborosa. é praticamente outra banda e parece fazer bem mais sentido.

a cada pausa entre as músicas, a galera pedia para tocar “cachaça” ou “semáforo”. na hora que essa última foi apresentada todo mundo cantou junto. eu disse TODO MUNDO. legal ver a popularidade deles na cidade. terminado o show abanda ainda mostrou simpatia e foi até a lanchonete (do lado de fora) para dar autógrafos, tirar fotos e bater papo. porém, uma coisa que não pode acontecer é os seguranças do teatro expulsando o público assim que a apresentação acabou. de novo: um evento que se propõe a funcionar durante 24hs não pode ficar com pressa de fechar teatro. gravíssimo. abaixo a platéia, quer dizer, a banda cantando “semáforo”.

e “michelle” dos beatles.

mais fotos aqui e videos aqui.



No Responses Yet to “virada cultural paulista – parte 2”

  1. Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: